Arquivo

Arquivo de abril, 2009

10 maneiras de melhorar seu código, por Neal Ford

23 de abril de 2009

Vou aproveitar o embalo do post sobre Automatização que o Erich colocou no blog de Tecnologia da Locaweb, onde ele fala que Neal Ford, no seu último livro “The Productive Programmer“, escreveu um capítulo inteiro sobre o assunto.

No último mês de novembro, estive na QCon San Francisco 2008 e tive o privilégio de assistir à palestra
“10 Ways to Improve Your Code”
apresentada por Neal Ford.

São elas:

  1. composed method
  2. test-driven development, test-driven design
  3. static analysis
  4. good citizenship
  5. yagni: you ain’t gonna need it
  6. question authority
  7. slap: single level of abstraction principle
  8. polyglot programming
  9. every nuance
  10. anti-objects

Você pode assistir à palestra que agora está disponível no site da InfoQ:
http://www.infoq.com/presentations/10-Ways-to-Better-Code-Neal-Ford

Baixe também os slides da apresentação em PDF neste endereço:
http://qconsf.com/sf2008/file?path=/qcon-sanfran-2008/slides//NealFord_10_Ways_to_Improve_Your_Code.pdf

Arquitetura, Eventos, TDD , , , , , , ,

Apresentação de TDD na Fatec Jundiaí

21 de abril de 2009

Nos dias 6 a 9 de abril, a Fatec Jundiaí organizou o evento “Semana da Tecnologia”, com várias atividades acadêmicas para seus alunos.

A convite do Prof. Demerval, que dá aula de Teoria da Administração, e também de Luciano Coelho, aluno do curso Tecnologia em Informática para Gestão de Negócios da Fatec Jundiaí e companheiro de trabalho, na quinta-feira, dia 9, fiz uma apresentação de introdução ao TDD - Test Driven-Development.

O público presente era de alunos iniciando no desenvolvimento de software e que tiveram ali seu primeiro contato com o desenvolvimento orientado a testes.

A apresentação (com áudio) você pode acompanhar abaixo e o código-fonte dos testes utilizados na apresentação você pode baixar aqui.

Referências:

Eventos, TDD , , , ,

Curso de Ruby on Rails na Caelum

18 de abril de 2009

Entre os dias 06 e 16 de abril tive a felicidade de participar do curso Desenvolvimento Ágil para Web 2.0 com Ruby on Rails na Caelum. Eu digo felicidade, pois o curso foi muito bom.

Eu sou bastante chato e seletivo em relação a cursos de informática. Na verdade, todos os cursos que fiz até hoje, sempre foram pagos pela empresa que eu trabalhava no momento. Eu sempre preferi um bom livro a contratar um curso.

Mas esse realmente foi diferente. Posso até dizer que foi o melhor curso que participei até então (talvez também porque eu não tenha participado de muitos).

O curso foi ministrado pelo Fabio Kung, que tem uma ótima didática e se mostrou ser um “fuçador” assim como eu. Só para você ter uma idéia, o cara fica fuçando código de compiladores. Acho que ele vai acabar criando um.

O que mais me chamou a atenção do curso vai a ênfase em mostrar como as coisas funcionam por trás dos panos. Toda a “mágica” do Rails foi dessecada e no final das contas o “ator principal” do curso foi o Ruby e não o Rails. Metaprogramação, duck typing, syntax sugar, missing method, mixins, programação funcional, “the Ruby way”, tudo isso foi mostrado de forma clara e entendível, o que tornou muito mais interessante o aprendizado.

Até então, o contato que eu tinha com Rails era um pouco com a sensação de pisar em ovos. Por exemplo, eu sabia como as validações no ActiveRecord eram usadas, mas não sabia como aquilo realmente acontecia. Depois de entender o dinamismo do Ruby, a coisa ficou totalmente clara. Em vários momentos do curso acendeu aquela luzinha do professor Pardal em cima da minha cabeça, com idéias do que eu posso fazer com o poder que o Ruby me oferece.

Agora já consigo vislumbrar um vasto número de possibilidades utilizando Ruby. Entender como as coisas realmente funcionam no Ruby é fundamental para aprender Rails.

É claro que, chato como sou, também não gostei de tudo no curso. A parte que não me agradou foi a utilização do Aptana RadRails como ferramenta de desenvolvimento. Na minha opinião, não deveria ser utilizada nenhuma IDE no curso, apenas um editor de texto. Mas o Fabio Kung deixou livre para que os alunos optassem pelo editor de texto ou a IDE. No final das contas ele preferia que usássemos o editor de texto.

Eu recomendo o curso a todos que queiram aprender Ruby on Rails e que pretendem ir além do básico. Que não querem ser mais um “programador usuário” de frameworks de mapeamento objeto-relacional. Você pode fazer muito mais além do que o Rails tem a oferecer. Quando a ficha cair, você vai parar de usar scaffold e vai descobrir que a mágica do Rails não é tão mágica assim, mas sim é mais um ótimo uso dos poderosos recursos de uma linguagem com tipagem dinâmica, como o Ruby.

Ah, e o meu obrigado à Locaweb que ofereceu o curso para mim e para minha equipe.

Ruby , , ,

Finalmente, o blog!

18 de abril de 2009

Depois de muito tempo ensaiando para colocar um blog no ar, finalmente parei para fazê-lo.

Algumas pessoas com quem trabalhei sempre diziam que eu tinha paciência para explicar as coisas, que eu parecia professor quando estava ensinando algo.  Aí essas mesmas pessoas começaram a cobrar por um blog, para eu registrar o compartilhamento de conhecimento que eu fazia com eles.

Para falar a verdade tenho uma lista grande de assuntos que irei escrever aqui. Cada coisa interessante que encontrava no dia-a-dia de trabalho fui guardando para depois, quando tivesse meu blog, escrever a respeito.

Como a minha maior experiência em desenvolvimento de software é com .NET, fica inetável eu não dar uma maior ênfase sobre o assunto. Mas irei falar também sobre Arquitetura de Software, Metódos Ágeis, Desenvolvimento Web, POG (esses serão bem engraçados) e a também a visão de um novato em Ruby on Rails.

Eis que chegou a hora! Pretendo manter a média de no mínimo um post por semana. Com o tempo e a experiência de “blogar” vamos ver como a coisa vai fluindo.

Espero poder contribuir com meu conhecimento e experiência no desenvolvimento de software para Web. O que desejo também é que os leitores do blog (quem sabe bastante) comentem, critiquem, sugirem e até reclamem do que irei publicar.

Obrigado a todos que me incentivaram a criar o blog, em especial meu irmão Mauricio.

Atualização em 15/06/2009: Também irei falar sobre as corridas de rua que eu participar e citar a conquista de títulos dos Los Angeles Lakers e do Corinthians. Esses assuntos ficarão na na categoria Esportes.

Geral